segunda-feira, 30 de setembro de 2013

Desafio DECO para o Dia Mundial da Alimentação



Pega na tua máquina fotográfica ou telemóvel e aceita o desafio...

Decorre até dia 11 de outubro o desafio da DECOJovem, que comemora o Dia Mundial da Alimentação com uma oportunidade para relembrar a importância de uma alimentação saudável e equilibrada. O concurso, dirigido aos alunos dos ensinos básico e secundário/profissional, consiste em aliar uma foto e uma frase relacionadas com a importância de incluirmos as frutas e os legumes na nossa dieta alimentar.



As frutas e os legumes são elementos essenciais nas refeições. Fornecem vitaminas, minerais, fibras e muitas outras substâncias com benefícios para a nossa saúde, pelo que a Organização Mundial de Saúde (OMS) alerta para a importância do seu consumo diário.


Pensando na sua fruta ou no seu legume favorito, os jovens são desafiados a produzir uma fotografia em que os próprios apareçam retratados juntamente com esse elemento, de forma original e criativa. Devem ainda escrever uma frase sobre a importância de uma alimentação saudável.


A fotografia, juntamente com a frase, deve ser enviada até 11 de outubro.


As melhores fotografias farão parte da fotogaleria que a DECOJovem vai lançar no Dia Mundial da Alimentação, a 16 de outubro, para além de haver prémios em jogo.
Apenas se aceitam fotografias a título individual.


Na fotografia deve estar presente o aluno e uma fruta ou legume.


Não são aceites a concurso trabalhos construídos a partir de programas informáticos (como imagens retiradas da internet, sobreposições no powerpoint, ou outros programas informáticos, etc.).


O texto de descrição deve conter obrigatoriamente as seguintes informações:
- o nome da fruta ou legume presente na fotografia;
- uma frase sobre a importância de uma alimentação saudável;
- o nome do aluno e respetiva turma.


Os resultados serão anunciados na página de Facebook da DECOJovem.

Para mais informações, consultar a página web da DECOJovem.

quinta-feira, 26 de setembro de 2013

A Biblioteca Escolar e a Educação para a Saúde convidaram...



As equipas da Biblioteca Escolar e da Educação para a Saúde convidaram todos os alunos do 8º e 9ºano para assistirem durante o dia de hoje ao filme JUNO.

O filme Juno foi premiado com um Óscar e “traz para reflexão temas como a escolha e a autonomia, permeadas pelas circunstâncias da gravidez, aborto, adoção, crescimento pessoal, entre outros. Na verdade, trata-se de um sereno poema moral, antes de qualquer coisa construído a partir de tantas e dilacerantes crises de seus personagens, manifesto em defesa da fraternidade como regra de vida. Juno MacGuff, uma adolescente confiante e honesta que toma as rédeas de sua vida ao escolher um “caminho” de nove meses rumo à da vida adulta”.

O convite foi aceite pela grande maioria das turmas, só o 8ºA não participou e, no seguimento da atividade desenvolvida hoje e porque o tempo disponível foi insuficiente para a reflexão final conjunta que preconizávamos, solicitamos aos Diretores de Turma que desenvolvessem com estes alunos uma atividade PRESSE sobre  a mesma temática, tentando consolidar alguns conhecimentos e proporcionando a discussão entre pares sobre algumas destas questões.




É sempre importante e enriquecedor saber o que os jovens pensam e como, durante um debate, argumentam em defesa das suas posições e/ou opiniões.
A equipa dinamizadora, enriquecida ainda com as enfermeiras Lurdes e Mª do Céu, que nos apoiam no desenvolvimento do programa PRESSE, ficou muito satisfeita com a participação dos alunos e reafirma a sua total disponibilidade para apoiar o desenvolvimento destes jovens, também no que à saúde sexual e reprodutiva diz respeito.

 A equipa da Educação para a Saúde

Dia Mundial da Prevenção da Gravidez na Adolescência



O Dia Mundial da Prevenção da Gravidez na Adolescência é uma campanha global destinada a melhorar a educação sexual, promover a conscientização sobre a contraceção moderna e reduzir os altos índices de gravidez indesejada ou não planejada em todo o planeta.
Criada há seis anos, a campanha enfoca um tópico diferente de saúde reprodutiva a cada edição, sob o título global "Sua Vida".
Em 2013 o tema será “Sua Vida. Seu Futuro”, mote que traduz exatamente o que esta iniciativa, adotada em mais de 70 países, pretende: reforçar a consciência dos jovens de que ele é responsável por sua vida e que deve adotar um comportamento responsável em relação à sua vida afetiva e sexual.
O objetivo é educar os jovens sobre o sexo seguro e responsável e as opções de contraceção, sensibilizando-os sobre as consequências de uma gravidez não planeada e os riscos das doenças sexualmente transmissíveis. Dados atuais apontam para uma situação alarmante: de cada dez bebês, um é gerado por uma mãe ainda criança.
Todos, em qualquer estágio da vida, temos perguntas sobre a nossa sexualidade, nosso corpo e nossa saúde sexual. Mas nem sempre é fácil encontrar informações corretas quando precisamos delas. 

A Escola e a Saúde querem dar o seu contributo paar que possas encontrar essa informação sempre que necessitares… 
Podes procurar ajuda junto das professoras responsáveis pelo Gabinete de Informação e Apoio ao Aluno (Isabel Macedo, Rosa Mª Silva e Anabela Silva) ou das enfermeiras que colaboram coma Equipa da Educação para a Saúde.

Conheça os temas da campanha em edições passadas:
  • 2007: Viva a sua vida antes de iniciar outra
  • 2008: Sua Vida, Sua Decisão
  • 2009: Sua Vida, sua Voz
  • 2010: Vida, Sua Responsabilidade
  • 2011: Valorize sua vida, conheça seus direitos, descubra o que é contraceção
  • 2012: Seu futuro. Sua escolha. Sua contraceção
  • 2013: “Sua Vida. Seu Futuro

quarta-feira, 25 de setembro de 2013

A situação em Portugal é...



Procuremos conhecer melhor a realidade portuguesa ... no que diz respeito à gravidez na adolescência ...



Gravidez na Adolescência

autora: Rosa Maria Rodrigues do Centro Hospitalar do Porto




INTRODUÇÃO
Habitualmente pouco pacífica, a adolescência constitui uma fase de desenvolvimento caracterizada por profundas transformações a nível físico, psicológico, afectivo, social e familiar.
A progressiva maturação fisiológica é normalmente acompanhada pela súbita descoberta de novas relações e experiências, de ordem afectiva e sexual, muitas vezes geradoras de intensos conflitos. Estes sentimentos devem-se frequentemente a uma desarmonia entre o desenvolvimento corporal, sexual e mesmo intelectual e a aquisição de maturidade emocional.
Preocupada com a imagem corporal e o estabelecimento de relações cada vez mais projectadas para o exterior da família a adolescente manifesta importantes carências informativas relativamente à sexualidade, contracepção e risco de gravidez.

INCIDÊNCIA
A gravidez na adolescência é um fenómeno universal, tendo as suas origens no passado, existe connosco no presente e, se não for prevenida, continuará no futuro.
A incidência da gravidez na adolescência é variável consoante os países e as épocas.
A verdadeira incidência deste fenómeno é difícil de conhecer porque em termos estatísticos unicamente são contabilizadas as taxas de natalidade que, como sabemos, só representam uma pequena parte do número de gravidezes.
Portugal é o segundo país da Europa Ocidental a registar maior número de grávidas adolescentes, muito embora na última década se verifique um decréscimo. Todos os dias doze adolescentes dão à luz em Portugal.

FACTORES DE RISCO
A gravidez na adolescência não é um fenómeno novo. Encontram-se grávidas adolescentes em todos os estratos sociais, contudo parece ser mais prevalente nas classes mais desfavorecidas.
Constituem factores de risco o abandono escolar, o baixo nível de escolaridade da adolescente, companheiro e família, a ausência de planos futuros, e a repetição de modelo familiar (mãe também adolescente).
Outras características são também associadas com a maternidade na adolescência como o início precoce da actividade sexual, a baixa auto-estima, o abuso de álcool e drogas, a falta de conhecimento a respeito da sexualidade e o uso inadequado da contracepção.
A gravidez na adolescência é sempre uma situação que motiva angústias e incertezas. Contudo muitas vezes a adolescente tem orgulho em ter o filho, funcionando a maternidade como auto-gratificação e auto-compensação afectiva.
Dependendo do contexto social em que está inserida a adolescente, a gravidez pode ser encarada como evento normal, não problemático, aceite dentro das suas normas e costumes.

CONSEQUÊNCIAS
A gravidez na adolescência, habitualmente mal vigiada, tem sido associada á maior morbilidade materna e fetal podendo interferir negativamente no desenvolvimento pessoal e social sendo considerada um problema de saúde pública.
As complicações mais associadas com a gravidez na adolescência são a pré-eclampsia, a anemia, as infecções, o parto pré-termo, as complicações no parto e puerpério e perturbações emocionais bem como as consequências associadas à decisão de abortar.
A maior incidência de recém-nascidos prematuros e de baixo peso ao nascer está relacionada com factores biológicos (imaturidade e ganho de peso inadequado) e factores socioculturais como pobreza e estilos de vida adoptados pelas adolescentes.
Alguns estudos, contudo, não encontram diferenças significativas relativamente à gravidez e parto quando se compara a adolescente com a população geral.
Embora o número de gravidezes na adolescência tenha diminuído na última década, torna-se necessária a promoção de programas que respeitem os direitos sexuais e reprodutivos dos adolescentes, contribuindo desta forma para a redução da incidência de abortamento e a reincidência da gravidez nesta faixa etária.
No futuro que começa agora, compete à Família, à Escola e às Instituições de Saúde contribuir para a formação dos adolescentes.
©  2013  Hospital de Crianças Maria Pia - Centro Hospitalar do Porto




Gravidez na Adolescência é um problema mundial...


Mensagem do SG das Nações Unidas por ocasião do Dia Mundial da População 11 Julho 2013


 



O Secretário Geral das Nações Unidas saúda a escolha do lema gravidez na adolescência para comemorar este dia. Na sua mensagem alusiva, Ban Ki-moon realça que se trata de um tópico sensível que exige a atenção global. 

Leia a mensagem na integra:
"Sendo um acérrimo defensor da educação, da saúde e dos direitos de meninas e um crente duradoura no poder das mulheres jovens a transformar o nosso mundo, congratulo-me com o destaque dado este ano no Dia Mundial da População à gravidez na adolescência. Este tópico sensível exige atenção global.

Entre as cerca de 16 milhões de adolescentes que dão à luz todos os anos, há demasiadas que nunca tiveram a oportunidade de planear a sua gravidez. As complicações da gravidez e do parto podem causar graves deficiências, tais como a fístula obstétrica, e são a principal causa de morte para essas jovens vulneráveis. As adolescentes também enfrentam altos níveis de doenças, lesões e morte por aborto inseguro.

Para resolver estes problemas, temos de colocar mais meninas na escola primária e fazer com que recebam uma boa educação, durante a sua adolescência. Quando uma jovem é educada, ela terá tendência a casar mais tarde, a atrasar a gravidez até se sentir pronta, a ter filhos saudáveis, e a ter um rendimento mais elevado.

Também devemos proporcionar a todos os adolescentes em idade adequada, educação abrangente sobre sexualidade. Isto é especialmente importante para o empoderamento das mulheres jovens para poderem decidir quando e se desejam tornar-se mães. Além disso, devemos prestar serviços de saúde sexual e reprodutivas abrangentes que incluam o planeamento familiar e a prevenção e tratamento de infecções sexualmente transmissíveis, incluindo o HIV. E temos de garantir os serviços de saúde materna que as mulheres precisam.

Quando dedicamos atenção e recursos para a educação, saúde e bem-estar das adolescentes, elas tornar-se-ão uma força ainda maior para operar uma mudança positiva na sociedade, que terá um impacto para as gerações vindouras. Neste Dia Mundial da População, comprometa-mo-nos a apoiar as adolescentes a realizarem o seu potencial e contribuir para o nosso futuro compartilhado".


Secretário Geral Nações Unidas

BAn Ki-Moon


Dia Mundial da Prevenção da Gravidez na Adolescência




Educação para a Saúde
26 de Setembro de 2013
Dia Mundial da Prevenção da Gravidez na Adolescência



O Dia Mundial da Prevenção da Gravidez na Adolescência é uma campanha global destinada a melhorar a educação sexual, promover a consciencialização sobre a contraceção moderna e reduzir os altos índices de gravidez indesejada ou não planeada em todo o planeta.

Criada há seis anos, a campanha enfoca um tópico diferente de saúde reprodutiva a cada edição, sob o título global "Sua Vida".
Em 2013 o tema será “Sua Vida. Seu Futuro”, mote que traduz exatamente o que esta iniciativa, adotada em mais de 70 países, pretende: reforçar a consciência dos jovens de que ele é responsável pela sua vida e que deve adotar um comportamento responsável em relação à sua vida afetiva e sexual.
O objetivo é educar os jovens sobre o sexo seguro e responsável e as opções de contraceção, sensibilizando-os sobre as consequências de uma gravidez não planeada e os riscos das doenças sexualmente transmissíveis. Dados atuais apontam para uma situação alarmante: de cada dez bebês, um é gerado por uma mãe ainda criança.
 
De forma a assinalar esta data e constituindo-se como uma atividade de enriquecimento curricular na área da Educação Sexual (PRESSE) serão realizadas, com a colaboração da BE umas sessões de cinema para os alunos do 8ºe 9ºanos, onde será visionado o filme Juno. No final do filme será reservado um pequeno espaço de debate sobre as questões nele abordadas, espaço de reflexão esse que terá a colaboração das enfermeiras Lurdes Gonçalves e Mª do Céu Morais, elementos da equipa PRESSE.
O filme aborda de forma peculiar a problemática gravidez na adolescência. As nomeações deste filme incluíram o BAFTA, Screen Actors Guild Awards, Golden Globe e Óscar. O filme mostra situações de uma menina de 16 anos chamada Juno, que engravida de seu companheiro de classe Bleeker, e desiste de fazer um aborto. Com a ajuda do pai, da madrasta e da melhor amiga Leah(Olivia Thirlby), a jovem adolescente procura o casal "perfeito" para criar seu filho, e encara situações delicadas e incomuns para sua maturidade. É então que elas encontram Mark e Vanessa Loring (Jason Bateman e Jennifer Garner), um jovem casal que pretende adotar seu primeiro filho. Felizmente, Juno tem o apoio do pai (J.K. Simmons) e da madrasta (Allison Janney), que depois do choque inicial de que sua filha já tem uma vida sexual com o nada viril Bleeker, decidem unir-se para ajudá-la.
 
 
 
 


As sessões decorrerão no seguinte horário:
Hora
Turmas
8.30 h
9ºA (FC+LP)

9ºB (CN+CN)
10.10 h
9ºC (CN+CN)

8ºB (Ing+Ing)


13.30h
8ºC (Franc+Franc)

8ºA (EV+EV)
15.10h
8ºD (LP+LP)

9ºD (H+H)

9ºE (Ing+Ing)
O porquê da escolha desta atividade?
Muitos pedagogos defendem que deveremos inserir os filmes no quotidiano escolar, pela possibilidade de promover boas ocasiões para a integração de conteúdos, para o aumento da socialização entre os alunos, para a análise crítica do funcionamento dos sistemas sociais e para uma relação mais profunda com as pessoas, com o mundo e com a natureza. Assim, os filmes configuram um instrumento eficiente para viabilizar uma discussão complexa, sutil e fundamental sobre as agruras e os destinos dos heróis e personagens principais das narrativas e, consequentemente, para a construção da cidadania e da personalidade moral.
Esta atividade deve ser encarada como uma aventura do conhecimento que pressupõe dar voz aos estudantes, promover o diálogo, incitar-lhes a curiosidade e a questionar o quotidiano e os conhecimentos científicos e, acima de tudo, dar-lhes condições para que encontrem as respostas para suas próprias perguntas. Isso tanto do ponto de vista individual quanto do coletivo.
O filme Juno traz temas como a escolha e a autonomia, permeadas pelas circunstâncias da gravidez, aborto, adoção, crescimento pessoal, entre outros. Na verdade, trata-se de um sereno poema moral, antes de qualquer coisa construído a partir de tantas e dilacerantes crises de seus personagens, manifesto em defesa da fraternidade como regra de vida. Juno MacGuff, uma adolescente confiante e honesta que toma as rédeas de sua vida ao escolher um “caminho” de nove meses rumo à da vida adulta. Esperta e muito peculiar, Juno entra nos corredores da escola onde estuda em seu próprio ritmo, mas, por trás de sua aparente segurança, existe uma garota que, simplesmente, tenta entender as coisas. Em vários momentos do filme, ela declara que está sem saber quem é, pensamento comum na maioria dos adolescentes.
Os temas abordados, gravidez precoce, aborto e adoção são complexos e requerem múltiplas formas de abordagem, já que a sustentabilidade do planeta nas suas dimensões física, social, política, econômica, espiritual, moral, interpessoal passa, sem dúvida nenhuma, pela formação ética dos indivíduos.
Nenhum estilo de educação terá sentido se não estiver comprometido com valores. São essas grandes orientações que ajudam a dar sentido à vida, a se formar como pessoa ajustada e responsável. Vemos que é esse o grande problema da educação nos dias atuais, assim, (...) ir à escola deve significar ter oportunidades para formar-se, para desenvolver-se como pessoa, para ir crescendo em todas as dimensões humanas (não apenas no conhecimento, mas, também, nas atitudes e no afeto, na imaginação, no respeito aos demais, na curiosidade, no apreço por si mesmo e pelo que nos rodeia, na capacidade de assumir compromissos, etc.
Acreditamos que a escola precisa de estar mais sintonizada com os movimentos sociais e atentas às transformações que esses movimentos nos impõem. Nunca é demais lembrar que uma das funções que a sociedade delegou à educação em geral e à escola em particular é a promoção da possibilidade de construir valores que a identificam, caraterizam e permitem a vida em grupo. Assim, respeito, solidariedade e cooperação são valores a serem construídos por todos nós numa dimensão mundial.







“é preciso muito tempo
para tornar-se jovem”
Pablo Picasso
Equipa PES   23/Set/2013