segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012

Dia dos Namorados no CE de Cabanelas


A escola de Cabanelas assinalou o Dia do Namorados tendo cada turma trabalhado o tema como entendeu: contaram-se histórias, inventaram-se histórias, falou-se da lenda de S. Valentim, do significado que tem para cada família o Amor... 

 



A turma do segundo ano elaborou um cartaz coletivo e a do primeiro "lenços dos namorados" utilizando os guardanapos dos pratos para bolos, para oferecer à família. 


 



Estes trabalhos podem ser apreciados por todos pois estão expostos na nossa escola.


                                       
Profª Alexandrina Rodrigues

terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

Projecto Mega / Fase Escola

                       

                                                    17 DE FEVEREIRO DE 2012

Esta Actividade é apadrinhada pelos mais prestigiados atletas nacionais (Francis Obikwelu, Naide Gomes, Nelson Évora ) e tem por objectivo encontrar os atletas de cada escalão e sexo, mais rápidos nos 40 m e os que mais longe saltem em comprimento, para representarem a Escola na Fase Distrital e/ou Nacional desta competição.
•    Cada turma estará representada por 3 alunos masculinos + femininos em cada uma das provas, independentemente do escalão etário a que pertencem.
•    Cada aluno pode participar em duas provas
•    Haverá classificação individual em cada escalão/sexo sendo atribuídas medalhas aos 3 primeiros classificados em cada prova.

             Inspira-te nas imagens, participa  e  tenta um lugar na equipa da nossa escola que  participará no Distrital.

Como os corações fizeram "palpitar" a nossa Escola


Namorar é…

                                                             Educação para a Saúde
                                                          Dia dos Namorados 2012


Atividade proposta aos alunos : Namorar é…
 
Objectivos:
•    Reflectir sobre a importância dos sentimentos na nossa vida
•    Interiorizar a importância da palavra como expressão de sentimentos
 
Dinâmica da atividade:
1)    Cada Diretor de Turma escolherá uma aula de 3ªfeira (dia 14) para o decorrer desta actividade, combinando com o respetivo professor.
2)     Na 3ªfeira, esse professor deverá levantar na sala dos professores o nº de corações de papel coloridos necessário para a sua turma (tamanhos e cores diversas) e fita-cola .
3)    Na 3ªfeira, na aula seleccionada, cada aluno será convidado a escrever num coração a sua própria definição de Namoro e a partilhar essa definição com os restantes elementos da turma.
4)    Numa folha de registo elaborada para o efeito o professor deverá registar todas as definições e depois a turma escolherá a sua favorita para ser escrita num dos corações maiores (registando não só a definição mas também identificando a turma).
5)    Estes 2 itens (Folha de registo e coração com a melhor definição de namoro” devem ser levados pelo professor responsável para a Sala de Professores para os corações serem posteriormente colocados no placard do Polivalente reservado para esse efeito e as folhas de registo entregues posteriormente aos DT para que, se assim o entenderem, se servirem dessas definições como base para algum actividade sobre Educação Sexual.
6)    Os restantes corações deverão ser colados com fita-cola nos vidros das salas de aula de forma a decorarem o espaço e a serem lidos do exterior (atenção ao tamanho e ao desenho das letras para as mensagens ficarem legíveis).
7)    Nos placards das salas estão já expostos outros trabalhos relativos ao tema “Dia dos Namorados” e a decoração do Polivalente está também cheia de corações, elaborados e decorados por todas as turmas da escola.

Pensamos ser uma proposta de atividade simples, transversal a toda a população escolar e que trará um “look” colorido e amoroso aos vários espaços escolares.

                                                                                                           A Equipa da educação para a Saúde

Dia dos Namorados na EB 2/3 de Prado

ENTÃO VAMOS NAMORAR…
 
Desde que o mundo é mundo, sempre houve o namoro.  De uma maneira ou de outra, acompanhando a evolução do tempo, o namoro também foi trocando de nomes, de métodos, de causas e efeitos, mas sempre a finalidade foi a mesma, ou seja, um teste para saber se finalmente fora encontrada a parceria para o resto da vida.

Existem muitas definições para o namoro, mas a que acho ser a mais exata, é NAMORAR É BOM DEMAIS...

Namorar é aquele romance sem compromisso, serve para que os parceiros se conheçam melhor. Para ver se pode existir a possibilidade de um futuro entre ambos.

Antigamente só se falava em namoro entre parceiros de sexos diferentes.  Atualmente essa diferença não existe.  Fala-se e pratica-se mais abertamente o namoro homossexual, sem quaisquer restrições por parte da Sociedade.  Afinal, cada qual é dono de seu corpo e de seu destino. E devemos respeitar as tendências pessoais.

O namoro evoluiu muito com o tempo.  Já houve época em que a jovem ficava romanticamente na janela  e seu enamorado (lindo o termo) fazia-lhe lindas serenatas. Época essencialmente romântica.  Quando o rapaz conseguia tocar nas mãos da jovem... era uma glória.  Se chegasse a ver-lhe os pés então... E o beijo, então... nem nas mãos...

Depois, veio aquele namoro em que já era permitido pegar-se nas mãos... conseguia-se até roubar um beijinho.  Emoção suprema.  Um beijinho à socapa. Se o pai ou a mãe vissem...
Com a evolução rápida do tempo, logo se chegou a um estágio mais avançado.  Já se permitia que o romântico casalinho saísse sem ter de levar o irmão menor para ir ao cinema. Ou mesmo um passeio diferente. Mas... com hora marcada para chegar em casa...

Era aquele namoro em que um casal mais "avançadinho" (era assim que se dizia na época), já se permitia trocar beijos no portão, para escândalo da vizinhança.

Sexo? O que era isso? Nem falar.  A virgindade (da moça) era ponto crucial para um casamento.  Bem que os rapazes insistiam na famosa "prova de amor"... Mas uma moça que se prezasse, resistia até às últimas consequências... senão poderia ficar  "falada".

Depois os costumes evoluíram muito rapidamente. Os anos 60 e 70 apresentaram mudanças radicais sob todos os pontos de vista, principalmente no relacionamento homem e mulher.

Enfim... novos tempos, novos hábitos, novas maneiras de namorar... Não nos cabe querer julgar que época era melhor. 

Penso que o romantismo deve ser preservado. Dos tempos antigos, podemos considerar que certas atenções dedicadas às mulheres, podem e devem ser reavivadas. Penso que, apesar do modernismo, as mulheres ainda apreciam receber um beijo nas mãos, ou que os homens lhes ceda  a passagem.  Enfim... um pouco da consideração de antigamente poderia ser reavivada, não acham? Aquelas pequenas gentilezas... como, por exemplo, mandar flores... 
Como acho ternurento quando vejo um cidadão levando um ramo de flores nas mãos para oferecer à esposa, namorada ou companheira...
Bem... Atualmente encontramos novo tipo de namoro... e que vem sendo uma coisa linda de ser observada...É o namoro entre casais da famosa terceira idade...  Pessoas que estavam condenadas à solidão, estão descobrindo que suas emoções ainda estão vivas... que elas estão vivas... e estão se descobrindo, e formando  novos casais que, juntando as solidões, partem para uma nova e gratificante experiência.
 É, sem dúvida um namoro muito especial, que junta alguma coisa de antigamente, às liberdades modernas.  Enfim... está-se vivo, não?

Creiam... ainda existem pessoas românticas... e, romanticamente, espero que todos tenhamos UM LINDO DIA.