segunda-feira, 17 de setembro de 2018

Estágios de Verão 2018

 O projeto estágios de verão foi implementado no agrupamento de escolas de Prado em articulação com o CLDS 3G de Vila Verde. Teve como principal objetivo contribuir para o desenvolvimento de competências pessoais, sociais e profissionais em contexto real de trabalho, constituindo-se como uma excelente oportunidade de enriquecimento e de apoio na tomada de decisão em relação a projetos escolares e profissionais futuros.
O projeto decorreu no mês de julho, tendo como destinatários os alunos do 9º ano de escolaridade. Participaram num total de dezasseis alunos do 9ºano de escolaridade, sendo que catorze alunos integraram o programa estágios de verão e dois alunos (educação inclusiva) o projeto integrar.

 Num primeiro momento, foram realizadas sessões de informação junto dos alunos e respetivos Encarregados de Educação. Posteriormente foi efetuada a sensibilização e captação de alunos, mostrando-lhes o impacto positivo que tal projeto poderá trazer nos seus projetos escolares e profissionais. Os alunos mostraram desde logo muito interesse no projeto, tendo-se registado uma grande adesão. No entanto, foi definido um limite de vagas para cada agrupamento de escolas, que não poderia exceder os dez alunos.
Neste sentido, é importante ressalvar que apesar do limite de inscrições, os alunos e encarregados de educação que mostraram um grande interesse, o GAAF encetou esforços junto do CLDS, tendo conseguido integrar a maioria dos alunos inscritos. 


 Os alunos foram integrados em diferentes contextos empresariais, tendo num cômputo geral respeitado os interesses manifestados pelos alunos e respetivos encarregados de educação. As entidades que acolheram os alunos situam-se maioritariamente na zona geográfica dos alunos, nomeadamente: Clube Náutico de Prado; Farmácia; Clínica veterinária; Pastelaria; Salão de Cabeleireiro; IdeiaCinco Multimédia; Casa do Povo de Vila de Prado, Centro Comunitário de Prado; Centro Social e Paroquial de Cervães; Empresa Desitraço, Soluções Publicitárias e CEA - Cooperativa de Ensino Artístico, sendo que esta última está sediada em Braga.
 Algumas fotos e testemunhos...

O balanço geral efetuado pelos supervisores externos e pelos alunos participantes é muito positivo.

Um local de trabalho corporativista é imprescindível para o crescimento de todos e ainda para o desenvolvimento pessoal de cada um. 

O GAAF agradece à equipa CLDS 3G pela excelente colaboração com o agrupamento de Prado na dinamização de vários projetos, que contribui certamente para o enriquecimento de todos.


 GAAF 

sexta-feira, 7 de setembro de 2018

Regresso às aulas: guia para pais


Os pais, que naturalmente estão um pouco ansiosos com o fim das férias, são peças fundamentais no reajuste das rotinas dos filhos e na volta ao ritmo escolar. Espreite tudo o que não pode escapar nessa fase.

Prepare o regresso às aulas: guia para pais com 6 dicas a não perder


Voltar à rotina da escola após as férias pode ser uma tarefa penosa, não só para os alunos, mas para os seus pais. Mas, independentemente da idade dos filhos, é sempre possível para os pais suavizarem esse momento de transição, que implica algum reajustamento e recuperação de certos hábitos e rotinas.
regresso às aulas guia para os pais

Eis um guia para pais no regresso às aulas dos seus filhos

Deixamos-lhe 6 sugestões para regressar ao ritmo de forma gradual e sem sofrimento.
  1. Ajude o seu filho a retomar a rotina de sono ajustada ao tempo de aulas que se avizinha. No verão é normal facilitar e deixar os filhos deitarem-se mais tarde. Mas as primeiras semanas de aulas podem tornar-se realmente difíceis para eles se a sua rotina de sono não estiver já ajustada ao horário escolar. O ideal é, aos poucos, ir introduzindo a hora de ir deitar, cada vez mais cedo, até chegar a uma rotina estável, em que o seu filho durma no mínimo oito horas. Quando ele começar a acordar cedo ainda nos dias de férias, recompense o seu esforço levando-o a passear, ao parque ou à praia.
  2. Uma ou duas semanas antes do início da escola, reserve tempo de qualidade com cada um dos seus filhos, e discuta com eles o próximo ano. A prioridade nesta fase é ouvir o que eles têm a dizer, para tentar perceber as suas preocupações. Atenção: há que agir conforme as idades! Uma criança no ensino básico poderá precisar de sentir que algumas expectativas são depositadas no seu esforço, mais do que no sucesso escolar. Se tem filhos adolescentes, deixe-os ser ativos na definição de metas e objetivos.
  3. Estabeleça limites para reduzir os hábitos menos saudáveis que é normal adquirirem durante as férias do Verão. Aqui poderá incluir-se jogar jogos de computador, passar muito tempo ao telemóvel nas redes sociais, levar o telemóvel para a cama na hora de dormir, entre outros.
  4. Não ceda à tentação de proteger demasiado os seus filhos. Muitos pais, compreensivelmente, têm o desejo de resolver os problemas dos filhos. No entanto, a chave para o sucesso na escola e na vida em geral é a autonomia! Assim, mesmo sabendo que o momento de voltar à escola traz consigo alguma tensão – vão conhecer novos professores, vão aprender novas matérias, e vão-se relacionar com novos (e reconectar-se com antigos) colegas – não tente resolver os problemas pelos seus filhos. Ouça e aconselhe, mas deixe que sejam autónomos na tomada de decisões. Em vez de proteger, oriente-os. Diga-lhes de que maneira poderão ultrapassar os problemas.
  5. Apresente-se ao professor do seu filho e pergunte-lhe qual é o método de comunicação preferencial entre a escola e os encarregados de educação. Isto poderá poupar-lhe alguns mal entendidos. Por exemplo, há entidades que não usam o email para responder a mensagens; há escolas em que a porta do diretor está sempre aberta e o atendimento de pais é feito em horário livre, noutras escolas não é de todo assim. Conheça as regras e colabore. 
  6. Leve o seu filho a fazer um check up no médico, para ver se está tudo bem com a sua saúde. Muitas escolas exigem imunizações atualizadas, e poderá ser solicitado a fornecer documentos que mostrem que seu filho tem todas as vacinas em dia. Além do mais, fatores como a acuidade visual e auditiva têm impacto direto na aprendizagem. Não se descuide!

Não se esqueça de cuidar de si

Para muitos pais, o regresso dos filhos às aulas representa, também, uma sobrecarga em termos de rotinas e gestão do tempo. por isso reserve alguma atenção para si mesmo: descanse, marque períodos de tempo para estar sozinho ou com outros adultos e esquecer o mundo das crianças, e organize com antecedência as tarefas das primeiras semanas de aulas e trabalho (por exemplo, as refeições). Verá que também sente com mais suavidade o regresso à vida ativa!

in EKONOMISTA

Calendário escolar 2018/2019

Resultado de imagem para regresso às aulas 2018-2019

Calendário escolar 2018/2019: todas as datas 

Calendário escolar: datas para o ano letivo que aí vem


Em termos de estrutura, o calendário escolar 2018-2019 tem a forma usual. Como sempre, há um primeiro, segundo e terceiro períodos. Também como é habitual, o terceiro é substancialmente mais curto do que os restantes. Quanto às pausas, também não há novidades em relação aos anos anteriores: Natal, Carnaval e Páscoa.
material escolar

Em que dia começa o ano letivo  2018-2019?

Diz-nos o calendário escolar que o começo do ano letivo 2018-2019 dá-se na semana compreendida entre 12 e 17 de Setembro de 2018. Estas datas aplicam-se aos ensinos pré-escolar, básico e secundário.

Quando termina o ano letivo  2018-2019?

Como habitual, Junho é o mês em que se dá o remate final no ano letivo. Para todos os alunos, o ano letivo terminará entre o 5 e o 21 de Junho. Os primeiros a ficarem de férias serão os do o 9.º, 11.º e 12.º anos – para esses as aulas terminam no dia 5 de Junho. A segunda vaga de alunos a ficar de férias é a dos 5.º, 6.º, 7.º, 8.º e 10.º anos, no dia 14 de Junho, e por fim os últimos a terminar o ano letivo são os mais novos (do pré-escolar e dos 1.º, 2.º, 3.º e 4.º anos), a 21 de Junho.

Datas dos três períodos escolares, um a um

Pode ir planeando os seus períodos de férias. Aqui estão as datas de início e fim dos períodos.
  • Primeiro período: o primeiro período tem início entre os dias 12 e 17 de Setembro e termina no dia 14 de Dezembro, seguindo-se as férias do Natal.
  • Segundo período: as aulas retomam para o segundo período no dia 3 de Janeiro e só terminam no dia 5 de Abril.
  • Terceiro período: o terceiro e último período começa no dia 23 de Abril, e termina entre os dias 5 e 21 de Junho.

Interrupções no ano letivo 2018-2019

Durante o ano letivo 2018-2019, teremos três pausas.
  • A primeira consiste nas férias do Natal e Ano Novo, e dá-se entre o 17 de Dezembro e o 2 de Janeiro.
  • Semana do Carnaval: as mini férias do Carnaval, mais uma vez consistirão dos dias circundantes ao dia do Carnaval. Em 2019 a terça feira de Carnaval calha no dia 5 de Março, por isso, nessa semana os alunos apenas regressarão à escola na quinta feira, dia 7 de Março.
  • Férias da Páscoa: em 2019, a pausa para as férias da Páscoa ocorre entre os dias 8 e 22 de Abril.

Datas das avaliações

Neste calendário escolar, falta-nos ainda divulgar as datas das provas de avaliação. Mais uma vez, no próximo ano letivo teremos três grandes momentos de avaliação:
  • Provas de aferição (ensino básico) – 2 de Maio a 12 de Junho
    Destinadas aos alunos dos 2.º, 5.º e 8.º anos, pela primeira vez algumas destas provas irão ser realizadas online, nomeadamente as de Português, História e Geografia no 8.º ano.
    Disciplinas em avaliação:
    2.º ano: Expressões Artísticas, Expressões Físico-Motoras, Português e Estudo do Meio e Matemática
    5.º ano: Matemática, Ciências Naturais e História e Geografia de Portugal e Educação Física
    8.º ano: Português e História e Geografia
  • Provas finais (3º ciclo) – 18 de Junho a 22 de Julho
    No final do 9º ano termina-se o terceiro ciclo, e como é costume, os alunos têm que fazer as provas finais. Estas avaliações têm mais uma vez um peso de 30% sobre a nota final, apurando-se através das provas de Português e Matemática.

Calendário escolar: 6 dicas para preparar o novo ano letivo


A aproximação de um novo ano letivo traz mudanças e ajustes nas rotinas de toda a família, por isso é recomendável planear tudo atempadamente. Isso irá ajudar a minimizar o impacto e a reduzir a ansiedade, quer do aluno, quer daqueles que o rodeiam diariamente.
Vamos conhecer a seguir 6 dicas para preparar o novo ano letivo, tendo em atenção o calendário escolar.
calendario escolar

1. Aproveite as férias ao máximo, mas sem se esquecer por completo da escola

As férias significam descanso e divertimento para toda a família, no entanto, existem algumas atividades que, devem ser tomadas em conta para ajudar no sucesso escolar do seu filho. Por exemplo, existem atividades que despertam a curiosidade e que fomentam o conhecimento – estas podem realmente ser uma mais-valia e uma motivação para o tempo escolar.
Atividades lúdicas que envolvam passear com a família para descobrir história e património ou ciência, jogar jogos variados, fazer desporto, ler ou ouvir ler, escrever, ir ao teatro, por exemplo, poderão ajudar a que estas atividades sejam vistas pelo prazer e não pela obrigação e, claro, para que sirvam de referência e ajuda em contexto escolar.

2. Prepare uma gradual adaptação às mudanças

Nada melhor do que esquecer o relógio, acordar mais tarde, almoçar fora de horas nas férias, mas talvez valha a pena preparar gradualmente a mudança de ritmos. Uma mudança drástica das rotinas de férias para as da escola pode ser difícil para as nossas crianças e jovens, por isso, algum tempo antes de o ano escolar iniciar, vá definindo e implementando regras e horários para acordar e deitar, tempos de refeições, preferencialmente em família, o papel da TV, do computador e telefone, etc.

3. Adquiram livros e material escolar de forma consciente

Envolva os seus filhos no processo de aquisição de livros e de material escolar, defina prioridades e orçamentos. Assim, conseguirá controlar o orçamento e trabalhar com eles competências essenciais como: gestão do dinheiro, responsabilidade, compromisso, etc.
Outra dica é fazerem uma boa arrumação no quarto ou local de estudo para poderem verificar os materiais que podem ser reaproveitados, os que podem pedir emprestados ou doados, bem como os que estão em mau estado e podem ser reciclados. Assim, também poderá poupar no momento de comprar materiais escolares para o novo ano letivo, promovendo a consciência solidária e ecológica.

4. Preparem refeições saudáveis em conjunto

Este é outro aspeto que pode ir sendo introduzido aos poucos: onde e como vão ser as refeições quando as aulas começarem? As nossas crianças e jovens vão passar mais tempo fora de casa, logo vão alimentar-se mais vezes sem supervisão. Por essa razão, é importante criar hábitos alimentares saudáveis, pensar na possibilidade de preparar lanches e marmitas em casa para levar para a escola, por exemplo. Ainda durante as férias, podem preparar e testar receitas e lanches em conjunto, que irão, com certeza, promover bons momentos de partilha, criar hábitos alimentares saudáveis e ajudar na gestão do orçamento.

5. Faça parte da vida escolar do seu filho. Envolva-se, participe!

Pode parecer uma dica óbvia, mas esta é, sem dúvida, uma dica muito importante, por isso vale sempre a pena reforçá-la. Envolva-se na vida escolar do seu filho: converse com ele, motive-o, conheça a escola e equipa docente, participe, esteja presente. O envolvimento e o interesse dos pais ou outros educadores promovem a autoconfiança, a autoestima, a motivação, a alegria e os resultados, não só dos alunos, mas principalmente das pessoas que são e dos adultos em que se tornarão.

6. Faça-o reconhecer e tentar eliminar ou reduzir os seus maiores focos de distração.

Aqui poderemos estar a falar de um jogo de computador ou telemóvel, não consultar mensagens ou redes sociais durante alguns períodos em que é necessário concentrar-se em algo mais importante. Se o problema for uma televisão, certifique-se que no lugar de estudo não há uma à vista. Fomente um espaço de trabalho para o seu filho onde o silêncio seja uma constante.

in EKONOMISTA

sexta-feira, 13 de julho de 2018

Mais um projeto desenvolvido na EB de Prado


Este vídeo  foi realizado no âmbito do Projeto Nacional Prémio Fundação Ilídio Pinho - Ciência na Escola 2017/2018, em parceria com a Dgest, para o  Projeto "BNT - Bola No Triângulo", com o qual nos candidatamos, no 3º escalão, com a turma 6.ºB. 
Este trabalho foi premiado na primeira fase do concurso e foi desenvolvido sob a orientação da nossa colega Regina Freitas.
Estes trabalhos, para além de serem um prestígio para a escola, são também uma forma de tentarmos obter mais valias financeiras, para além da motivação e empenho dos alunos subjacente a qualquer atividade dinamizada na escola.

Foi também uma oportunidade para os alunos aplicarem competências que foram  abordadas e desenvolvidas também num ação dinamizada pelo CLDS 3G de Vila Verde, entidade parceira do AE de Prado. 
                                                                                                                                  GAAF 

segunda-feira, 2 de julho de 2018

Mais uma iniciativa de sucesso no AE Prado...os nossos craques mostararm os seus dotes.


Ainda se trabalha muito na Escola...

  




Depois de terminadas as aulas para os alunos e apesar de todas as tarefas inerentes à avaliação e exames, esta é uma altura do ano  na qual  investimos na formação.

Com a preciosa colaboração do CLDS 3G de Vila Verde, nosso parceiro  ao longo do ano em inúmeras iniciativas para públicos-alvo diferenciados, agora foi a vez das Tecnologias de Informação, numa iniciativa que reuniu docentes e assistentes técnicos.
O Dr. Paulo Guimarães dinamizou uma formação de Excel em 4 sessões (3 das quais já realizadas) e um Workshop sobre Tecnologias Educativas (28 de Junho) que contou com a participação de 12 docentes dos diversos níveis de ensino.
 
A avaliação dos participantes é muito positiva pois ambas as ações foram consideradas muito produtivas e potenciadoras de uma melhor utilização as ferramentas tecnológicas que temos à nossa disposição.

Agradecemos mais uma vez  a fantástica colaboração do CLDS 3G de Vila Verde e gostaríamos muito de poder continuar a contar com esta preciosa parceria.
 GAAF

sexta-feira, 22 de junho de 2018

Ecos na imprensa regional


DE 19 A 30 DE JUNHO

Exposição “Escola Colorida de Direitos Humanos” na Biblioteca de Prado


A exposição “Escola Colorida de Direitos Humanos”, inaugurada na passada terça-feira, 19 de Junho, na Biblioteca de Prado Comendador Sousa Lima, “apresentou-se” com 55 trabalhos expostos realizados pelos alunos do 4º ano do Centro Escolar de Prado. A exposição está aberta ao público até 30 de Junho e pretende «sensibilizar a população para os direitos humanos, das crianças e do Homem e, com isso, incuti-los nos mais pequenos», refere a autarquia em comunicado.
A Vereadora da Cultura, Educação e Acção Social, Júlia Fernandes, marcou presença na cerimónia, onde realçou «a importância deste tema e, ainda, o orgulho que sente nestes trabalhos criados por alunos tão pequeninos».
O Presidente do Agrupamento de Escolas de Prado, José Peixoto, o Presidente da Junta da Vila de Prado, Albano Bastos, assim como muitos familiares e professores também fizeram questão de estar presentes na inauguração.



in “Vilaverdense”